Nº de acessos

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Popular mata a própria mãe








Um crime ocorrido por volta das 9 horas da manhã deste sábado (29), abalou Tuparetama, São José do Egito e toda a região do Pajeú. A GT Ordinária foi acionada pela permanência da 3ª/CPM afim de verificar a ocorrência de um possível homicídio no Alto do Jorge, no Sítio Torrões, na zona rural de São José do Egito. Chegando ao local foi constatada a veracidade do fato onde, segundo testemunhas, o imputado José Ailton Nunes de Oliveira, de 28 anos, conhecido como “Loucão”, solteiro, desocupado, havia desferido um golpe de faca (peixeira) contra sua genitora, a Srª Francisca Nunes de Oliveira, de 49 anos, conhecida como “Mariazinha”, casada, agricultora, ambos eram moradores da mesma residência no Sítio Torrões, logo após o crime, o maldito arrastou a vítima (mãe), para fora da residência e ateou fogo no corpo. Alguns moradores ao avistarem a fumaça se deslocaram até o local e apagaram as chamas, porém o corpo ficou parcialmente carbonizado.

Com o apoio da GT de Tuparetama e da equipe do GATI, os mesmos apreenderam a faca utilizada no crime, uma faca peixeira de oito polegadas, onde as buscas das equipes continuaram e lograram êxito na captura do acusado que estava escondido na caatinga. 
Em seguida a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil de Afogados da Ingazeira para as providências cabíveis. 
Ainda segundo informações de pessoas próximas a família, o acusado estava durante toda a semana passada em Recife, na Casa de apoio de São José do Egito, acompanhado pela mãe e fazendo tratamento de Esquizofrenia, pois ele sofre de problemas mentais e também é usuário de drogas, sendo estas supostas hipóteses que podem ter motivado este bárbaro crime.



Do Patrulha do Agreste

Nenhum comentário: