Nº de acessos

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Policia prende elemento que tentou extorqui Padre Ézio

Suspeito, identificado como João Douglas, de 26 anos, deve ser indiciado por crime de extorsão. Foto: Polícia Civil.

Preso homem acusado de extorquir padre da Diocese de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco.De acordo com o delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE), Cláudio Castro, o suspeito, identificado como João Douglas, de 26 anos, foi detido no interior do estado e está sendo encaminhado para a sede da especializada, no Cordeiro, no Recife. Ele deve ser indiciado por crime de extorsão. 

O religioso Severino Ésio de Melo, de 36 anos, teria recebido mensagens de um número desconhecido, ameaçando expor fotos comprometedoras dele com um homem, caso não pagasse R$ 30 mil. De acordo com o GOE, o padre recebeu as primeiras mensagens no dia 25 de abril. O religioso afirmou que não cederia à extorsão, o que fez com que o chantagista postasse as fotos em um perfil do Facebook. 

O religioso informou à polícia que um homem teria confessado o crime a ele, entregando o aparelho celular e o chip que teria utilizado para mandar as mensagens de chantagem.

O suspeito, um autônomo de 26 anos, teria mantido relacionamento com a vítima. Investigações indicaram ainda que o suspeito também teria se envolvido com o atual namorado do padre, um estudante também de 26 anos, que aparece nas fotografias. A Diocese de Pesqueira emitiu uma nota afastando o padre de seus deveres religiosos, devido a “atitude que contradiz a moral e a decência do catolicismo”.



A polícia localizou e prendeu, na manhã desta quinta-feira (21), o acusado de extorquir o padre Severino Ézio de Melo, da Diocese de Pesqueira, no Agreste Pernambucano. José Douglas Oliveira de Souza, de 26 anos, foi preso da casa de um amigo, no bairro de Xucuru, em Pesqueira. 

Segundo informações do Grupo de Operações Especiais (GOE), o acusado pediu R$30 mil ao sacerdote para não divulgar fotos íntimas. José Douglas negou ter publicado as fotos e disse que a motivação do crime foi ciúmes. Ele será indiciado por extorsão. 

ENTENDA O CASO - Segundo informações da polícia, um suposto ex-namorado do padre Severino Ézio de Melo, estava tentando extorquir o sacerdote para não divulgar fotos íntimas. No dia 30 de abril, o padre procurou o Grupo de Operações Especiais (GOE) e prestou depoimento sobre o caso. 

Na segunda-feira (18), o bispo de Pesqueira assinou um documento pedindo o afastamento do padre Severino Ézio de Melo, pela "divulgação de fotografias comprometedoras da moral" nas redes sociais.


Diocese de Pesqueira afasta Padre Ézio




O padre foi afastado das funções na Diocese de Pesqueira, no Agreste de Pernambuco, por causa de “fotografias comprometedoras da moral espalhadas nas redes sociais”. Nessas fotos o padre aparece se beijando com um suposto “namorado”. Posição da Diocese: – Decreto de Suspensão de Ordens do Pe. Severino Ézio de Melo

Nota de esclarecimento da diocese.

Clic para ampliar a imagem

Do  Patrulha do Agreste 

Nenhum comentário: