Nº de acessos

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Foram presos os acusados de matar o garoto Everton


Mãe do garoto Laudenice dos Santos Siqueira, de 22 anos
Padrasto Daniel Ferreira dos Santos, 31 anos
           
Terceiro acusado: João Batista de Sousa

Ainda houve a prisão de um quarto acusado sendo ele, Denivaldo Santos Silva de 37 anos, conhecido como "paulistinha.

Depois de mais de 10 horas de investigação sob o comando dos delegados Paulo Ênio Rabelo e Yure Givaldo, além de agentes e policiais miliares, quatro pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no crime do garoto Everton Siqueira, de 5 anos, em Sumé no Cariri paraibano. 

A prisão de João Batista (que tem problemas mentais) se deu em virtude de ele ter sido visto com a criança no dia do desaparecimento no local em que o corpo foi encontrado.
Os delegados conseguiram apurar que "paulistinha e xana", possivelmente junto com outras pessoas ainda não identificadas, passaram o domingo (11) bebendo no açude público de Sumé e no final da tarde planejaram o crime.

A mãe do menino entra na história pois sabia que "paulistinha" em algum momento se vingaria dela.
Este ano o "paulistinha" foi preso e Laudenice teria sido a principal testemunha em desfavor.
Ele teria roubado objetos de uma casa e a mulher (Laudenice) informou onde estavam os produtos do roubo. 
Pelo depoimento dela, "paulistinha" cometeu vingança pelo fato da mesma ter sido testemunha em desfavor do Paulistinha. 

Os delegados afirmaram ainda que haverá uma investigação sobre a possibilidade de que a morte do garoto tenha ligação com algum ritual de magia negra.

Eles terão 30 dias para concluir o inquérito. 


Do Patrulha do Agreste/fonte: Blog do Renato Diniz.

2 comentários:

Sayonara byron disse...

Nossa um crueldade dessa eles deveria pegar prisão perpétua. Ou deveriam fazer com eles o que fizeram com a criança.

Sayonara byron disse...

Nossa um crueldade dessa eles deveria pegar prisão perpétua. Ou deveriam fazer com eles o que fizeram com a criança.