Nº de acessos

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Padrasto do garoto Everton mata estrangulado um dos acusados no caso


João Batista de Sousa foi estrangulado com uma camisa
.
Na madrugada desta sexta-feira (16), um dos acusados de assassinar o garoto Everton de 5 anos na cidade de Sumé-PB, a 94 km de Santa Cruz do Capibaribe, no início desta semana foi assassinado dentro do Complexo Prisional em João Pessoa.

Segundo informações vindas da direção do presídio, o padrasto da criança, Daniel Ferreira dos Santos, confessou ter matado o João Batista Alves de Sousa dentro da cela onde estavam.
Daniel confessou na delegacia, que após o jantar João Batista confessou que teria assassinado o garoto e ainda deu detalhes de como teria acontecido. Daniel afirmou que, perdeu a cabeça e estrangulou João Batista com uma camisa.

Daniel e o outro preso, o Denivaldo Santos Silva, foram levados a delegacia para prestar depoimento sobre o acontecido e retornaram para o presídio. Eles optaram por permanecer na mesma cela.  
O corpo de João Batista foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) de João Pessoa.


Do Patrulha do Agreste/fonte: Blog Budega Nordestina.

Nenhum comentário: