Nº de acessos

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

"Politicagem" pode ter parado o Projeto Zumba nos Biarros

Vereadora Nara Leandro, Professora Jéssica Cavalcanti e o Radialista Bartôl Neves não pouparam crísticas a oposição que chama o projeto de zumba de "ostentação"


Não demorou muito, horas após a confirmação da suspensão das aulas do projeto ‘Zumba nos Bairros’ aliados políticos e formadores de opinião fizeram ligação do fato com a possível participação de figuras políticas do grupo Taboquinha. 

Para eles, os oposicionistas, mesmo que ainda não tenham se pronunciado sobre o tema, estão por trás das denúncias que causaram a vinda dos representantes do Conselho Regional de Educação Física a Santa Cruz.

Apelação - Segundo a vereadora Narah Leandro, não há dúvidas de que há o ingrediente político na suspensão do ‘Zumba nos Bairros’. “Apelaram e conseguiram parar a Zumba nos Bairros, por simples politicagem e por estarem incomodados com o sucesso do projeto!”, disse ela, que seguiu, “tenho certeza que em breve retomaremos as atividades com nossos instrutores André Dibiasy e Paulinho. E que venham outros para que o projeto cresça ainda mais”.

A turma do ‘quanto pior melhor’ - A secretária de Articulação Política do governo municipal, Jéssyca Cavalcanti também atrelou o fato a perseguição política. “Infelizmente essa oposição do ‘quanto pior melhor’, tem se incomodado muito com o trabalho de Alessandra e o com o projeto (Zumba nos Bairros) que tem levado benefícios a todos. Inveja, incompetência!”. 

Pau, cipó e pêia – A declaração mais forte, entretanto, foi dada pelo comunicador Bartô Neves, que comanda o programa ‘Patrulha do Agreste’, na Rádio Polo FM ao lado de Hamilton França. Sem meias palavras, Bartô bateu pesado no grupo de oposição. “Parabéns senhores do grupo de oposição, parabéns por terem paralisado um projeto tão importante, bonito e que tem sido elogiado por todos, não apenas em nossa cidade, mas em toda a nossa região”, falou Bartô, que emendou, “uma oposição incompetente, burra e que não mede esforços, para um dia voltar ao poder. Eles não têm limites e pagam qualquer preço para voltar a Prefeitura”.]




Do Patrulha do Agreste /fonte: Blog do César Melo

Um comentário:

Anônimo disse...

A luta dos politicos daqui de santa cruz do capibaribe e so voltar ao posto anterior e o povo que sedane.....tanto faz um lado o outro essa e verdade e quem perde e o povo