Nº de acessos

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Medidas de reordenamento de trânsito em Santa Cruz do Capibaribe entraram em vigor

Reconhecida como uma das ações mais benéficas para população, a Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe através da Secretária de Mobilidade Urbana, continua com o projeto de reorganização do trânsito da Terra das Confecções. A partir desta terça-feira (20), agentes e guardas de Trânsito irão auxiliar a população, quanto as modificações no tráfego de veículos.

As ações de reordenamento realizadas desde o início da gestão resultaram na diminuição significativa de acidentes no perímetro urbano e no aumento do nível de segurança para pedestres e condutores. “As novas medidas visam agilizar o tráfego das vias modificadas, ordenar o estacionamento, melhorar a visibilidade do pedestre e evitar cruzamentos perigosos,” destacou o secretário de Mobilidade Urbana, Fábio Aragão.

Uma das ações realizadas pelo governo para agilizar o trânsito é chamada de “Onda Verde”. Consiste na sincronização dos semáforos, ou seja, a abertura em sequência em vias de mão única. Além de facilitar o tráfego, permite que os condutores realizem percursos mais rápidos, evitando os congestionamentos ocasionados em razão do aumento acelerado da frota.

As medidas se concentram na implantação de um binário, transforma vias paralelas de mão dupla em ruas com um único sentido, envolvendo as ruas Cabo Otávio Aragão, Dr. Silvio Romero Monteiro e Major Negrinho. “De forma simplificada, a rua Cabo Otávio ligará a PE 160 ao Centro, a Major Negrinho ligará o centro à PE 160 e a Doutor Silvio Romero, dará continuidade ao tráfego da Major Negrinho à PE 160,” explicou o engenheiro de tráfego, Denilson Souza.

As medidas educativas permanecerão em vigor até o dia 31 de outubro. Após o término deste período, os condutores de veículos de infligirem as normas da via, serão penalizados de acordo com a Legislação de Trânsito. Todas essas medidas buscam dar mais segurança aos usuários e preservar o nosso maior patrimônio: a vida.


Do Patrulha do Agreste/fonte: GERCOM.

Nenhum comentário: