Nº de acessos

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Jovem de Santa Cruz é executado em Caruaru

"Mateuzinho" foi até caruaru para receber uma divida com um elemento desconhecido.





















A polícia tomou conhecimento que um havia acontecido mais um crime de morte e seguiu para averiguar, a vítima Mateus Manoel de Lima "Mateuszinho" de 18 anos, residia no bairro da Palestina em Santa Cruz do Capibaribe e foi executado no Loteamento Andorinha próximo a FUNASE na zona rural de Caruaru.

Segundo informações, o jovem saiu de saiu casa em Santa Cruz na quarta-feira (21), junto com um familiar e seguiu com mais quatro pessoas em veículo Dublô, de cor preta até Caruaru, nas proximidades da Loja Tupan que fica localizada na entrada daquele município, os elementos mandaram que o familiar de Mateus sai-se do veículo e seguiram com a vítima com destino ignorado.
 Horas depois a polícia foi acionada por conta de um cadava abandonado nas proximidades da FUNASE, ao chegar no local foi constatado que Mateus foi torturado e executado, os assassinos agrediram bastante o jovem, chegaram a cortar parte de uma das orelhas da vítima que foi assassinado com vários disparos de arma de fogo, antes de ser executado o jovem chegou a ser arrastado, os policiais encontraram as sandálias de Mateus a uma distância de cerca de 200 metros de onde o corpo foi localizado.

Durante o levantamento cadavérico o efetivo encontro cartucho de espingarda calibre 12, além de tijolos que serviam de "bancos" em baixo de uma arvore o que demostra que aquele local servia de ponto de encontro para a prática do uso de drogas, o que leva a crer que a vítima foi até o local em acordo com os acusados e ali foi assassinado.

Uma tia de Mateus afirmou que o jovem saiu de casa dizendo que iria até Caruaru junto com seus amigos para passear e acredita que a motivação do crime seria uma divida de R$ 3.000,00 que o motorista do veículo Dublô tinha com Mateuszinho e resolveu matar para não pagar o jovem.


Do Patrulha do Agreste / fotos blog do Adielson Galvão





Nenhum comentário: