Nº de acessos

sábado, 25 de abril de 2015

Usuário de drogas é assassinado, jogado em matagal e assassinos já estão presos.






 A Polícia Militar recebeu a informação na manhã desta sexta-feira (24) que um rapaz tinha sido encontrado sem vida no matagal, nas terras da Fazenda dos Irmãos Coutinho, que fica entre os bairros Cidade Jardim e Salgado e o cadáver foi localizado escondido na vegetação por trás de uma das casas na Rua Amilson Afonso, no Salgado. A vítima foi identificada por Rafael Pereira de Alcântara Silva, de 18 anos, que era usuário de drogas, era solteiro e morava na Rua Ouro Verde, no Salgado e foi morto a pauladas e facadas. 
A mãe do jovem, disse que o filho já teve três passagens pela FUNASE por tráfico e ontem chegou a subtrair o botijão de gás de casa para trocar por drogas. Diante desta afirmação, os soldados Souza e Antonio Santana da GE Caça Homicida que estavam fazendo o isolamento do local deduziram que ele foi morto no quintal da casa que é apontada como um ponto de venda de drogas e após algumas incursões conseguiram prender um casal e apreender três adolescentes acusados de envolvimento no assassinato.
Os acusados, Jhonatas Kaique Ramos, de 21 anos e a esposa Fabiana Gomes, de 29 anos moram na Rua Mário Pederneiras, no Salgado e os menores um jovem de 17 anos e duas garotas de 14 que moram na casa onde ocorreu o crime, foram levados a Delegacia de Homicídios, onde Jhonatas e o menor confessaram o crime. Ele disse que a casa onde o menor mora pertence a sua esposa e a vítima costumava andar armada e ameaçou a sua sogra. Já o menor disse que a vítima arrombou a sua casa duas vezes e levou um aparelho de DVD e um home theather e hoje durante a madrugada ele foi lá com um botijão de gás para conseguir dinheiro para se drogar e eles aproveitaram a oportunidade e o mataram. Jhonatas disse que estava armado com um porrete e deu uma única cacetada no rapaz que caiu em seguida, sendo a vítima amordaçada com um saco plástico pelo menor que também desferiu dois golpes de faca de mesa no pescoço do mesmo, em seguida se livraram do corpo jogando-o do outro lado do muro do quintal, já as mulheres assistiram toda a barbárie e não fizeram nada para impedir o crime.  
O delegado de homicídios, Dr. Francisco Souto Maior, autuou o Jhonatas e a esposa em flagrante delito e encaminhou ele para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza e ela para a Colônia Penal Feminina de Buíque, já contra o menor e a esposa foram feitos procedimentos especiais e ambos foram encaminhados a FUNASE. O corpo da vítima foi encaminhado para o IML de Caruaru.


Do: Patrulha do Agreste/fonte: Blog do Adielson Galvão


Nenhum comentário: