Nº de acessos

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Mais um suspeito de participar da chacina em Porção é procurado pela Policia civil.

Welliton Silvestre estaria no Maranhão e conseguiu
fugir (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)

Das sete pessoas indiciadas pela chacina que ocorreu em fevereiro deste ano, em Poção, Agreste de Pernambuco, uma continua foragida da polícia. Welliton Silvestre dos Santos, conhecido por "Chaves", de 27 anos, é tido como um dos suspeitos de matar três conselheiros tutelares do município e uma mulher de 62 anos. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, em relação às quatro mortes, e tentativa de homicídio duplamente qualificado contra a única sobrevivente - uma menina de 3 anos.

As conclusões do inquérito foram divulgadas em duas coletivas de impresa, uma na capital e outra na Diretoria Integrada do Interior I, em Caruaru, nesta segunda-feira (20). Ainda segundo a polícia, o suspeito teria se escondido em Pinheiro (MA), após a prática do crime, ocorrido no dia 6 de fevereiro, e fugido quando soube da prisão de Égon Augusto Nunes de Oliveira, de 27 anos, também suspeito de executar o crime. A polícia deu o nome "Tutela" à operação.

As informações sobre Welliton Silvestre dos Santos podem ser repassadas para o Disque-Denúncia, pelo telefone (81) 3719-4545, no interior do estado, ou pelo (81) 3421-9595, na Região Metropolitana e Zona da Mata Norte.

"Nós queremos agora uma resposta estatal rápida", frisa Edeilson Lins Júnior, um dos promotores designados para o caso. O Ministério Público de Pernambuco tem cinco dias para encaminhar a denúncia ao Judiciário.


Do: Patrulha do Agreste/fonte: G1

Nenhum comentário: