Nº de acessos

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Grupo Boca Preta comemora mais uma vitória = Professor Afrânio é o novo presente da Câmara

"Teremos dois anos para trabalhar junto ao povo" afirmou Afrânio


Aconteceu de forma tranquila a votação para a escolha da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Capibaribe. O pedetista Afrânio Marques foi escolhido pela maioria dos legisladores (nove) para comandar a Casa de Leis nos anos de 2015 e 2016, ao lado de Ronaldo Pacas (primeiro secretário) e Zé Minhoca (segundo secretário).

Chapa única – a bancada de oposição sequer apresentou chapa para concorrer ao comando da Câmara e preferiu se abster da votação.

O desafio – Um dos desafios a serem enfrentados por Afrânio está a responsabilidade de suceder Junior Gomes, que teve o seu trabalho reconhecido por praticamente todos os analistas políticos e formadores de opinião do Polo de Confecções.

Fortalecido – O prefeito Edson Vieira pode ser considerado um dos maiores vencedores ao final desta disputa. Sem muito estardalhaço ele agiu de forma cirúrgica e articulou a formação da chapa vencedora, sem sequelas, nem rupturas.




Enfraquecido
– se não bastasse a fraca votação obtida na eleição estadual do dia 05 de outubro, Ernesto Maia mais uma vez não obteve sucesso na articulação política da bancada de oposição. Ao contrário de Edson, Ernesto fez muita zoada, no entanto, sem nenhum resultado. A prova maior do fiasco foi o fato da sua bancada ter conseguido sequer registrar uma chapa para concorrer a eleição da mesa.

Vitória – o sucesso de Afrânio na noite desta quinta representa também a excelente fase do grupo Boca-Preta, que vem acumulando vitórias ao longo das ultimas disputas eleitorais de Santa Cruz do Capibaribe.
Hora de refletir – se de um lado o grupo Boca-Preta acumula vitórias, o mesmo não acontece com o grupo Taboquinha, que há bem pouco tempo era referência em articulação política e hoje amarga sucessivas derrotas. É hora de parar, refletir e quem sabe mudar os rumos.




Do Patrulha do Agreste /fonte blog Direto ao Ponto

Nenhum comentário: