Nº de acessos

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Família Correa cada vez mais complicada, Pedro Correa vai "entregar tudo"

A denúncia diz que Pedro Corrêa era responsável, como liderança do Partido Progressista, pelo repasse geral de propinas ao partido, tendo recebido diretamente R$ 40,7 milhões em propina do esquema entre 2004 a 2014.

De acordo com o MPF, a filha dele cometeu peculato ao nomear ao cargo de secretária parlamentar na Câmara uma funcionária que não prestava serviços, entre 2003 e 2012. O salário dela, segundo a Procuradoria, era desviado em benefício dos responsáveis pela nomeação – antes de chegar ao gabinete de Aline, ela foi nomeada no de Pedro Corrêa.

A funcionária era empregada doméstica de Ivan Vernon, que também responde por peculato e lavagem de dinheiro. O mesmo esquema ocorreu com pelo menos mais uma secretária parlamentar do gabinete de Aline Corrêa, entre os anos de 2012 e 2015, segundo a denúncia. A pedido do MPF, os procedimentos contra as funcionárias fantasmas foram arquivados por falta de provas de que elas sabiam do esquema.

Na mesma ação, Alberto Youssef e Rafael Ângulo Lopez respondem por lavagem de dinheiro, assim como Márcia Danzi e Fábio Correa.


Pedro Corrêa foi preso na operação da PF no dia 29 de outubro deste ano, e foi condenado pela Justiça Federal a 20 anos e 7 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, acusado de receber R$ 11 milhões em propinas do esquema do 'petrolão' na Lava Jato. Ele continua detido no complexo médico-penal de Pinhais (PR), ao lado de lobistas e empreiteiros, o"Messaleiro"  também já fora condenado no mensalão, a ação penal 470 no STF, a 7 anos de prisão, e cumpria em regime semiaberto quando virou alvo da Lava Jato.

O comportamento do Ex-deputado vem preocupando seus aliados, agora Pedro resolveu abrir o jogo e fará a delação premiada, com isso o presidiário Pedro Correa colocou em alerta a bancada do Partido Progressista (PP), no Congresso Nacional pois não sabe até onde pode chegar as confissões do ex-parlamentar que deverá  entregar tudo que sabe sobre o esquema de corrupção montado dentro da Petrobras.



Do patrulha do Agreste

Nenhum comentário: